INÍCIO     NOTÍCIAS     VÍDEOS    CINEMA    EVENTOS    FEMININO    GALERIA DE FOTOS    CONTATO
Como resgatar o hábito
Por que casais passam a beijar menos com os anos?
09/02/2018 às 12:01:27

Passada a empolgação do início do namoro, muitos casais que estabelecem uma relação mais duradoura podem perceber que a frequência dos beijos passa a diminuir ao longo dos anos, mesmo sem saber exatamente os motivos, já que, em grande parte dos casos, o amor ainda está presente na vida a dois.

Por que o beijo “desaparece” do casamento

Martinan/istock

De acordo com uma pesquisa do British Heart Foundation, 18% das pessoas casadas passam até semana inteira sem beijar seus parceiros, enquanto 40% se beijam por apenas cinco segundos ou menos.

Como um beijo de língua normalmente é associado ao ponto de partida de uma transa, muitos casais que não estão dispostos, no momento, a engatar uma relação sexual completa, passam a evitar a carícia para “fugirem” da intimidade. O resultado, ao longo do tempo, pode ser uma diminuição cada vez maior dos beijos.

KatarzynaBialasiewicz/istock

Além disso, alguns casais ficam na expectativa de um “momento mágico” de paixão e excitação para, assim, beijar seus pares. No entanto, nem sempre o fenômeno ocorre de forma tão espontânea e, por isso, acabam deixando passar a possibilidade da carícia.

Neste caso os parceiros acabam ignorando o fato de que, em uma relação mais duradoura, o beijo é que pode despertar a paixão, e não o contrário. É comum, por exemplo, depois de um beijo quente que resulta em sexo excitante, casais se perguntarem por que não fizeram isso antes.

jesadaphorn / Shutterstock

Não é possível, porém, ignorar o fato de que, em alguns casos, o beijo não aparece mais na relação porque falta admiração e mesmo amor entre os pares. O problema, neste caso, é mais grave e deve ser tratado com mais atenção e cautela, já que a falta de vontade de beijar pode indicar que o relacionamento não tem mais futuro ou deve ser reavaliado.

Como beijar mais no casamento

Não existe uma solução única e supostamente infalível para trazer o beijo de volta ao casamento, já que cada casal possui dinâmica própria e motivos variados para o abandono da carícia, mas algumas medidas podem ser testadas para contornar o problema.

O primeiro passo é tentar retomar o hábito de beijar mesmo que de modo mais artificial no início. Aos poucos, faça com que aquele selinho ao chegar em casa ou antes de dormir fique um pouco mais intenso.

AlessandroBiascioli/shutterstock

Beije sem medo ou receios de que a carícia seja necessariamente um passaporte para o sexo. Priorize a carícia e, se não estiver com vontade de transar, deixe claro que o beijo não precisa ser o início da transa e que o ato é apenas um carinho que não precisa ter “consequências” maiores.

Ao beijar a pessoa amada, faça de tudo para que a carícia se mantenha na memória como algo bastante positivo e prazeroso. Para isso, beije com calma, concentração e prestando atenção às respostas do corpo e entendendo por que o ato não deve ser abandonado e realizado com mais frequência.

Reprodução VIX Amor

 

 







E-mail: contato@itabiranet.com

(31) 8891-0512

NOTÍCIAS EM ÚLTIMO MINUTO!

© ItabiraNet 2018. Todos os direitos reservados. Webmail