http://www.itabiranet.com/adm/img_int/images/palmeiras.gif
INÍCIO     NOTÍCIAS     VÍDEOS    CINEMA    EVENTOS    FEMININO    GALERIA DE FOTOS    CONTATO
Acidente em Santa Bárbara
Motorista de carro forte vai responder ao processo em liberdade provisória
11/04/2018 às 11:22:07

 

O motorista Wesley Eduardo de Oliveira, 37 anos, que dirigia um carro forte, acusado de ter causado um acidente de trânsito com duas mortes, durante uma ultrapassagem, na altura do km 282 da MGT-262 em Santa Bárbara, conseguiu um Habeas Corpus junto ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) para responder pelo processo judicial em liberdade provisória.

Testemunhas relataram para os militares que Wesley Eduardo, fez uma ultrapassagem forçada e ao se aproximar de uma curva, voltou para a sua pista e freou bruscamente na frente de uma carreta, obrigando o motorista Cleidson Harlei dos Santos, 41 anos, a frear para não colidir na traseira do veículo blindado, fazendo com que perdesse o controle da carreta, que invadiu a contramão e bateu de frente com o Golf que seguia no sentido contrário com duas pessoas que morreram na hora.

Segundo a polícia, após o acidente, o motorista foi encontrado pelos policiais fazendo coleta de malotes em um supermercado na entrada de Santa Bárbara. O motorista do carro forte foi ordenado que se deslocasse até a sede do pelotão naquela cidade onde seria feito o registro da ocorrência.

Na unidade policial, Wesley Eduardo se recusou a descer do veículo e ficou trancado dentro do carro forte por mais de quatro horas, sem prestar qualquer esclarecimento sobre o acidente, dizendo que só iria falar após a chegada de um advogado da empresa que foi acionado em Belo Horizonte, afirmando para que estava apenas cumprindo ordem da empresa.

Wesley Eduardo disse aos militares que realmente realizou a ultrapassagem e que no momento da manobra avistou o motorista da carreta dirigindo e se alimentando com uma das mãos, que logo em seguida ouviu um barulho e observou pelo retrovisor uma grande quantidade de poeira na rodovia.

O Habeas Corpus preventivo é para os casos em que haverá julgamento de quem possui bons antecedentes e nunca cometeu outro crime (réu primário), pois, nessas situações, na hipótese de condenação, o réu não deverá ser preso, devendo-se assegurar-lhe o direito a recorrer em liberdade.

Através do Habeas Corpus, Wesley Eduardo que está sendo acusado de homicídio culposo, baseado no artigo 302 da lei 9503, foi liberado do Presídio de Barão de Cocais sem o pagamento de fiança e vai responder pelo processo judicial na comarca de Santa Bárbara em liberdade provisória. A perícia técnica da Polícia Civil já trabalha na confecção do laudo técnico que poderá determinar a dinâmica e a causa do acidente.

ItabiraNet.com







E-mail: contato@itabiranet.com

(31) 8891-0512

NOTÍCIAS EM ÚLTIMO MINUTO!

© ItabiraNet 2018. Todos os direitos reservados. Webmail